Make your own free website on Tripod.com

Software

Software

 

O computador é  uma máquina, uma ferramenta de trabalho, que nos auxilia a realizar tarefas mais rapidamente e com maior eficiência. Para isso é necessário dar-lhe ordens (instruções), de forma a que sejam compreendidas (descodificadas) e executadas rapidamente. Para esta tarefa existem programas e aplicações que "correm" dentro do computador, permitindo-nos trabalhar e comunicar com ele.

 

 

Sistemas Operativos:

 

 

Monotarefa: Executam apenas um programa de cada vez, se estamos a utilizar o Word não é possível abrir o Excel ou outros programas.

Alguns Sistemas Monotarefa:

Msdos, Windows 1.x., Windows 2.x, etc.

 

Multitarefa: Permitem executar em simultâneo vários programas, se estamos a utilizar o Word podemos "correr"  o Visual C++ e abrir o Excel (ou outros programas). Claro que o sistema está condicionado aos recursos da máquina, memória livre e espaço em disco principalmente.

Alguns Sistemas Multitarefa:

Windows 9.x, Windows 2000/XP, Unix, Linux, OS/2, etc.

 

Outros Sites com dicas/informações sobre S.O's:

 

Linux #1

Linux #2

Documentação de Linux

Ajuda em Unix

Windows

Windows NT

Várias dicas

Microsoft

Baboo

 

 

Linguagens de Programação:

 

 

Alto nível: 

Contêm um conjunto de instruções com um código mais parecido com a nossa linguagem (Inglês), é o chamado código fonte, que contém comandos ou rotinas que permitem executar determinadas tarefas (Read - ler dados, Write - escrever dados, Print - imprimir, etc.). Estes comandos variam de linguagem para linguagem, no entanto embora com nomes e parâmetros diferentes grande parte deles existe em qualquer que seja a linguagem de alto nível.

Depois de compilar o código fonte (com o compilador de comandos), obtemos um ficheiro executável (programa em código máquina), que pode ser executado fora da linguagem de programação. 

 

As instruções antes de serem executadas dentro da linguagem de programação são chamadas de código fonte, depois de serem executadas são geradas as instruções em código máquina (estão em  0's e 1's - bits).

 

Algumas linguagens de Alto Nível: 

Pascal, Scheme, Prolog, Sicstus, Arity, Lisp, Caml, Delphi, Visual Basic, Visual Basic for Aplications, Visual C++, Visual J++, C++, Cobol, Fortran, Pro-Cobol, Pro-C, Pearl, etc.

 

 

Baixo nível

Contêm um conjunto de instruções com um código mais próximo do computador (bits e bytes), é o código fonte, que contém comandos ou rotinas mais elementares e limitadas que funcionam baseadas em 0's e 1's (bits). Permitem executar determinadas tarefas (Mov AL, DH; Div AL; ADD AL, DL; etc.).

Note-se que as linguagens de baixo nível têm um desempenho mais rápido a executar instruções, porque trabalham mais ao nível da máquina, mas tornam-se menos "amigáveis" para desenvolver programação porque tornam o código fonte mais complexo que as linguagens de alto nível, desta forma as linguagens de baixo nível são preteridas em detrimento das linguagens de alto nível.

Importa distinguir Assembly de Assembler, enquanto o Assembly é a linguagem que permite escrever o código fonte, o Assember tem a mesma função dos compiladores de alto nível, gera o programa em código máquina.

 

Algumas linguagens de Baixo Nível: 

Assembly, PDS, Masm, etc.

 

 

Outros Sites com dicas/informações sobre Programação:

 

Site do Programador

Dicas de Programação

Exemplos de Apis

Clube dos Programadores

Visual Basic

Visual Basic - Código Fonte

Manuais de Programação

Biblioteca Microsoft

Sobre Programação

 

 

 

Programas

 

 

Aplicações:

 

 

Processadores de texto:

Permitem processar texto, inserir imagens, macros, tabelas, caixas de texto, gráficos, etc. 

Permitem ainda criar documentos modelo e intercalados.

É ainda possível aplicar formatações variadas ao documento e todos os elementos acima referidos.

 

Ex: Word, Wordperfect, Wordstar, Works, etc.

 

Folhas de cálculo:

Permitem criar folhas de trabalho assentes em tabelas numéricas, compostas por células.

Permitem inserir dados, fórmulas, funções, gráficos, macros, comentários como executar diversas formatações.

 

Ex: Excel, Lotus 123, Quatro Pro.

 

SGBD's:

Sistemas de gestão de bases de dados. Permitem armazenar os dados estruturadamente, de uma forma mais organizada e optimizada. Permitem fazer:

 

bullet

Tabelas

bullet

Consultas (Query's)

bullet

Formulários

bullet

Relatórios

bullet

Macros

bullet

Páginas HTML

bullet

Módulos de programação em VBA

 

Existem ainda as Datawarehouses que relacionam e filtram a informação existente em várias bases de dados com vista na obtenção de um resultado final. Pode ser uma tarefa complexa se as bases de dados não tiverem informação consistente e íntegra. Para isso é feita uma análise prévia do sistema de base de dados, depois o seu desenho e por último é feita a sua implementação nos SGBD's.

 

Ex: Oracle, DB4, Informix, Access, FoxPro.

 

Aplicações Multimédia:

Recorrem ao texto, imagem, som e movimento.

Tornam-se mais atractivas e interactivas com o utilizador.

Têm a desvantagem de ficarem rapidamente ultrapassadas devido à rápida evolução de todas as componentes multimédia. Só a título de exemplo vejamos os formatos de ficheiros multimédia, ainda há pouco tempo sugiram os formatos PNG (imagem) e MP3 (som), mas em breve surgirão outros que os irão suplantar. Esta mutação obriga a uma rápida adaptação das aplicações multimédia.

 

Ex: Powerpoint, Browsers da Internet, Jogos Educativos, etc.

 

 

Ferramentas de Sistema:

Ajudam a configurar, optimizar e reparar o sistema operativo. 

Podem também fazer testes e mensurar a velocidade do sistema (benchmarking), optimizar os dados existentes nas memórias secundárias, fazer backups (cópias) dos dados e software.

 

Ex: Scandisk, Defrag, Norton Utilities, Pc-Tools, etc.

 

 

Outras:

É possível criar a partir das linguagens de programação diversas aplicações, voltadas para as mais diferenciadas áreas do mercado, como é exemplificado abaixo:

 

bullet

Banca

bullet

Bolsa de mercados

bullet

Seguros

bullet

Finanças

bullet

Comércio

bullet

Contabilidade

bullet

Saúde

bullet

Construção Civil

bullet

Internet

bullet

Redes

bullet

Etc.

 

Cada vez mais o computador é imprescindível e este facto aumenta a necessidade de ter ferramentas informáticas mais eficientes, completas e que lidem com máximo volume de informação. Isto repercute-se no dia-a-dia das empresas, da função pública, da população e em geral da sociedade.

 

 

Outros Sites com dicas/informações sobre Software de Aplicação:

 

Tuturiais

Dicas Variadas

Adobe

Oracle

Sun

Utilitários

PageMaker

Manual de Microsoft Access 97

Dicas Variadas de Software

 

 

 

 

 

 

Jogos

 

É um tipo de software mais específico para os jovens. No entanto hoje em dia existem jogos educativos e aplicações multimédia interactivas, algumas extremamente aliciantes, pedagógicas e graficamente chamativas. 

 

 

Este tipo de Software exige mais dos recursos do computador (memória RAM, memórias secundárias, placa gráfica, placa de som e processador). 

Não é muito recomendado comprar um computador só com o objectivo de jogar, porque exige componentes de hardware de topo, portanto mais dispendiosos e rapidamente vai-se tornar obsoleto no mercado dos jogos.

 

 

Em suma a diferença entre dados e software é que o software é composto por S.O's, Linguagens, Aplicações e jogos (acima referidos), enquanto que dados é a informação que esse software permite veicular e manipular.

 

 

Alguns Sites de Jogos:

 

Gaming Place

Miniclip

Magic Bit

SportsNet

GamesUnplugged

Games.com

Lista de Sites Recomendados

 

 

Home Page